E se o Portugal-Espanha se decidir nos penalties?

27-06-2012 12:13

Estudos revelam que a ciência tem uma palavra a dizer!

E se o desafio entre Portugal e Espanha de amanhã tiver de ser decidido por penalties?  A crer em investigações recentes resta esperar que Paulo Bento tenha desenvolvido o treino ocular. Não terá sido o caso da selecção inglesa que,  como é hábito, perdeu nas grandes penalidades desta feita contra a Itália nos quartos-de-final do Euro2012, no domingo passado, em Kiev.. Perdem em execução mas ganham em investigação: uma equipa britânica do Departamento de Desportos e da Saúde da Universidade britânica de Exeter desenvolveu uma experiência de treino ocular para melhorar cientificamente as opções de marcação.Há quem defina estas disputas como “lotaria”, por dependerem de sorte em 80 por cento dos casos. No entanto, Greg Wood, da Universidade de Exeter, acredita que existem algumas variáveis que interferem. Para este investigador, o treino, a concentração e resistência à pressão psicológica estão na essência de tudo e, por isso, criou o “treino ocular”, em colaboração com o colega, Mark Wilson.

Para o estudo, levaram dois jogadores da instituição universitária a que pertencem a olhar sistematicamente, durante várias semanas, os ângulos direito e esquerdo da baliza, um e outro alternadamente, antes de chutar. O facto é que após algum tempo, os alunos cometiam menos 50 por cento de erros em relação aos que não fizeram o exercício.

Greg Wood considera que o treino permite que os jogadores se tornem mais precisos e reduzam a ansiedade. Sendo assim, conseguem controlar melhor as distâncias e manter a mente ocupada com o golo. Em último recurso, o investigador defende que quando não há nada a perder a opção é tentar destabilizar o adversário.

Já para os matemáticos da Universidade John Moore, de Liverpool, o penalty perfeito deve ser chutado a uma velocidade compreendida entre 90 e 104 quilómetros por hora e se for mais rápido poderá prejudicar a precisão. No caso de ser lançado mais lentamente, dará tempo de reacção ao guarda-redes.

Se os matemáticos e os investigadores em ciências do desporto tivessem treinado a equipa inglesa, talvez estivesse nas meias-finais. Ou talvez não…

Ler artigo: Anxiety, Attentional Control, and Performance Impairment in Penalty Kicks

 

Fonte/Adaptado de: Ciência Hoje

 

—————

Voltar