Estudantes poderão fazer experiências no Espaço

13-10-2011 14:38

Concurso You Tube Space Lab já abriu !!!

 

 

O «YouTube Space Lab», uma iniciativa lançada pelo YouTube, NASA, Space Adventures e Lenovo, desafia estudantes de todo o mundo a conceber um projecto para a Estação Espacial Internacional (ISS). As experiências vencedoras serão feitas no espaço, na ISS, naquela que será a maior aula de ciência do universo, transmitida para o mundo inteiro através da página de partilha de vídeos.

O Space Lab faz parte de um programa do YouTube que consiste em disponibilizar o acesso ao manancial de conteúdos educacionais. A Agência Espacial Europeia (ESA) junta-se ao lançamento, com outros parceiros na Estação, como a agência japonesa JAXA e a Agência Espacial Canadiana. O júri será constituído por um painel de cientistas de prestígio, astronautas e professores, como Stephen Hawking e os astronautas Frank De Winne, Samantha Cristoforetti e Timothy Peake da ESA, entre outros nomes.

Individualmente ou em grupos que podem ir até três pessoas, os estudantes, de idades entre os 14 e os 18 anos, devem submeter um vídeo no YouTube, com a descrição da experiência que pretendem realizar. Os seis finalistas regionais irão juntar-se nos Estados Unidos, em Março de 2012, para participarem num voo de gravidade zero e receber outros prémios.

Os europeus que cheguem à final irão ganhar uma visita guiada por astronauta às instalações de treino do Centro Europeu de Astronautas, em Colónia, na Alemanha, que irá incluir debates científicos. No final, serão anunciados dois vencedores globais, cujas experiências serão enviadas para o espaço e realizadas na Estação Espacial, no Verão de 2012, sendo transmitidas em directo via YouTube.

Além disso, os vencedores poderão escolher um de dois prémios: ou uma viagem ao Japão, para assistir ao lançamento da sua experiência a bordo da nave de carga HTV, ou uma ida à Rússia para um autêntico treino espacial nas instalações em que Yuri Gagarin se tornou cosmonauta.

 

“Acredito que seja essencial envolver os jovens, não só nos desafios de fazer ciência no espaço, mas também na percepção de uma vasta gama de benefícios associados”, disse Thomas Reiter, director de Voos Tripulados e Operações da ESA e ex-tripulante da ISS.

Segundo o director, “o ‘YouTube Space Lab’ é uma excelente forma de chegar a futuras gerações de cientistas, no chão e em órbita”. E acrescentou: “Hoje em dia, diversas experiências de investigação fundamental e aplicada, na área das ciências da vida e da física, da monitorização da Terra e do espaço, ou ainda na área da tecnologia e da educação, são feitas no nosso Columbus, a bordo da ISS, em paralelo com os programas de pesquisa desenvolvidos em terra”.


ESA alimenta uma juventude
A ESA está numa posição única, que lhe permite chegar a todos os estudantes europeus, do ensino básico e secundário. Pode tirar partido do entusiasmo relativamente ao espaço e usar isto como forma de estimular e alimentar o fascínio das crianças pela ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

A presença regular, desde 2009, de astronautas da ESA em missões de longa duração na Estação é uma oportunidade para as escolas europeias participarem em actividades como a ‘Take Your Classroom Into Space’, em que as crianças fazem em terra as mesmas actividades que os astronautas desenvolvem no espaço.

Grande parte do material educacional da ESA envolve experiências no módulo europeu Columbus, mas também inclui outros módulos de construção europeia, como o Cupola, o que permite atingir um maior número de pessoas, através de espectaculares imagens e vídeos da Terra.

 

Fonte: Ciência Hoje

 

—————

Voltar