Exoplaneta rico em carbono

09-12-2010 11:48

Uma equipa liderada por um investigador da Universidade de Princeton descobriu o primeiro exoplaneta rico em carbono.

Nikku Madhusudhan e a sua equipa mediram pela primeira vez um elevado conteúdo em carbono num planeta fora do sistema solar. Os investigadores descobriram que a razão carbono-oxigénio no planeta designado como WASP-12b, possuidor de 1,4 vezes a massa de Júpiter e localizado a cerca de 1200 anos-luz de distância, é superior a 1. Esta medida é uma indicação importante relativamente à atmosfera e interior de um planeta. Os planetas rochosos ou do tipo terrestre do sistema solar - Mercúrio, Vénus, Terra e Marte -  todos possuem mais oxigénio que carbono, tal como o sol à volta do qual se formaram, o qual apresenta uma razão carbono-oxigénio de 1 para 2, ou seja, 0,5. Este valor não é conhecido para gigantes como Júpiter (com 318 vezes a massa da Terra), uma vez que a água, o principal "transportador" de oxigénio se encontra nas profundezas da sua atmosfera, sendo, por isso, difícil de medir.

Com base nos dados disponíveis até agora, os investigadores desenvolveram e utilizaram ao longo dos anos modelos relativos às atmosferas e interiores de exoplanetas baseados no pressuposto de que todos teriam uma razão C-O de cerca de 0,5, o que terá agora que ser revisto.

Esta descoberta, ao criar uma nova classe de exoplanetas, abre novos caminhos e motiva os diversos investigadores para o estudo da constituição de planetas ricos em carbono, que poderim potencialmente conter no seu interior alguma forma de grafite ou, possivelmente, diamante.

Mais informação no artigo original (em inglês): Astronomers detect first carbon-rich exoplanet

 

 

 

—————

Voltar