NASA apresenta foguetão que pode levar o Homem a Marte

15-09-2011 09:49

A NASA apresentou no dia 14 de Setembro um novo sistema de lançamento que, no futuro, irá permitir a realização de voos tripulados a Marte. O anúncio foi feito, esta quarta-feira, pelo director da organização, Charles Bolden.

O "Space Launch System" (SLS) foi concebido para facilitar o alcance de novos destinos no espaço e será utilizado como reserva para as naves de transporte comercial que irão efectuar viagens à "International Space Station" (ISS). Isto significa que o sistema de lançamento estará apto ao transporte de astronautas, abastecimentos e material de carga para o espaço.

O primeiro voo experimental, sem tripulação, terá lugar em finais de 2017. Para 2021 prevê-se um teste para os astronautas e até 2025 poderá começar a primeira missão tripulada a um asteróide perto da Terra. Até 2030 os astronautas da NASA podem chegar a Marte.

Charles Bolden refere que o "sistema de lançamento irá criar novos postos de trabalho de qualidade, assegurará a liderança dos Estados Unidos no espaço e servirá de inspiração a milhões de pessoas em todo o mundo".

O ex-astronauta afirma, ainda, que o presidente americano, Barack Obama, propôs aos membros da equipa o objectivo de serem "audazes e sonhar em grande" e garante que a organização está a cumprir essa meta.

Segundo a agência Reuters, o projecto terá um custo aproximado de 7,3 mil milhões de euros até 2017 e de mais 4,4 mil milhões, numa fase posterior, para a construção da cápsula para a tripulação. Uma última quantia de 1,4 mil milhões será destinada à reformulação do porto espacial da NASA, na Florida, para armazenar o novo foguetão.

Após o cancelamento do programa Constelação para uma missão à Lua até 2020, Obama assegurou que Marte, ou um outro asteróide perto da Terra, será o próximo objectivo para uma missão tripulada da NASA, até 2030.

O SLS é o primeiro sistema para missões tripuladas, da NASA, desde a chegada do Saturno V à Lua, há quatro décadas.

 

Fonte/adaptado: Jornal de Notícias

—————

Voltar