Transplante de neurónios provoca emagrecimento em ratos

28-11-2011 14:05

É a primeira vez que cientistas conseguem reconstruir o circuito cerebral

 

Com o intuito de testar a flexibilidade do cérebro, uma equipa de investigação da Universidade de Harvard transplantou neurónios cuidadosamente seleccionados, de embriões de ratinhos para o hipocampo de animais adultos. O estudo, publicado na «Science», trabalhou diferentes propriedades albergadas pelo hipotálamo – a sensação de fome, metabolismo, temperatura corporal, o impulso sexual e a agressividade. O ensaio recaiu essencialmente sobre as primeiras. Os roedores usados eram geneticamente modificados de forma a obterem uma resposta à leptina – hormona que regula o metabolismo e está associada à obesidade – alterada. Após o transplante, o circuito cerebral restaurou-se e os animais perderam peso.

 

Os autores do estudo acreditam, mesmo, que a experiencia pode representar uma nova esperança de futuro, a largo prazo, na capacidade de restaurar outras zonas do cérebro – remetendo para terapias para as doenças de Parkinson, autismo, epilepsia, entre outras.

Até agora, apenas se descobriram duas áreas cerebrais com capacidade de substituir neurónios (neurogénese) em grande escala: o bolbo olfactivo e uma zona chamada de giro dentado (uma faixa de substância cinzenta), segundo avançara Jeffrey Micklis, docente em Harvard e co-autor do trabalho.

Os neurónios adicionados às duas primeiras regiões, durante a etapa adulta, são, geralmente, mais pequenos e actuam como as funções que comandam o volume sobre os sinais, mas a equipa restabeleceu um sistema de circuitos neuronais que, por norma, não aplica a neurogénese; contudo, com isto, recuperaram grande parte das suas funções originais.

É a primeira vez que cientistas conseguem reconstruir o circuito cerebral e a técnica poderá ser bastante promissora se aplicada a novas terapias.

 

Ver também:

Artigo noticioso na Science Now -  Transplanted Neurons Curb Obesity

Artigo publicado na Science Magazine - Transplanted Hypothalamic Neurons Restore Leptin Signaling and Ameliorate Obesity in db/db Mice

Jeff Macklis Lab no Massachussets General Hospital (Center for Nervous System Repair)

 

Fonte/adaptado de: Ciência hoje

—————

Voltar