Estudar nas horas de sono é prejudicial

10-09-2012 13:51

Estudar em vez de dormir não ajuda em véspera de exames. Com a chegada de Setembro e o regresso às aulas vêm todas as preocupações para um bom rendimento escolar e, muitas vezes, sacrificam-se horas de sono para estudar um pouco mais antes de um teste.
Um recente estudo desenvolvido pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (Estados Unidos) demonstrou que os alunos que dormem pouco em véspera de exames, por exemplo, prejudicam o seu desempenho académico. A investigação foi publicada no «Child Development».


A equipa, constituída por Cari Gillen-O’Neel, Virginia Huynh e Andrew J. Fuligni, defende que o sucesso escolar depende de estratégias que evitem sacrificar as horas de descanso necessárias para um bom desempenho, reforçando que é importante manter o mesmo horário dedicado ao estudo todos os dias.

Para o estudo, os investigadores pediram a 535 estudantes, dos 14 aos 18 anos, que relatassem durante duas semanas quantas horas estudavam e dormiam diariamente e que descrevessem eventuais dificuldades na escola, como problemas de compreensão, notas baixas, etc.

Segundo os resultados, os participantes que sacrificaram o sono para estudar mais, mesmo que tivessem dedicado mais tempo ao estudo, apresentaram piores resultados nos testes.
 

—————

Voltar