Estudo diz que fim dos dinossauros foi causado por um cometa

03-04-2013 15:23

O estudo de uma equipa de investigação do Darthmouth College, Universidade de New Hampshire (EUA), divulgado recentemente na 44ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária, revelou que o fim dos dinossauros 'foi causado por um cometa'.Segundo o grupo de estudiosos, o grande objectivo do projecto é caracterizar melhor o que causou o impacto que produziu a cratera na península de Yucatán (no México).

A colisão da rocha espacial com a Terra criou uma camada de sedimentos no planeta com o elemento químico irídio em concentrações muito mais altas do que ocorre naturalmente. Contudo, a equipa sugere os índices de irídio descritos estão incorrectos – o que sugere que um corpo celeste menor atingiu a Terra.

Os cientistas tentaram ainda relacionar o valor com as propriedades físicas conhecidas da cratera de 180 quilómetros de Chicxulub e afirmam que para que uma rocha espacial menor produzisse um buraco desse tamanho, teria de ter viajado relativamente rápido.

A equipa explicou que mesmo um asteróide de cinco quilómetros de diâmetro, com bastante irídio e ósmio, não produziria uma cratera de 200 quilómetros de diâmetro. Sendo assim, os investigadores concluem que um cometa encaixava muito melhor na explicação.

O fenómeno que causou a extinção há 65 milhões de anos é associado, hoje em dia, à cratera no México. O acontecimento extinguiu cerca de 70 por cento das espécies terrestres em pouco tempo, especialmente os dinossauros.

 

Fonte: Ciência Hoje

—————

Voltar