Mitos alimentares

20-01-2011 11:43

Ainda continua a haver muita gente que acredita que o pão ou outros farináceos engordam muito e que por isso é necessário eliminá-los das dietas de quem quer perder ou manter o peso.

 

Muito se conjectura acerca dos alimentos e dos seus efeitos embora, na maioria dos casos, as afirmações que se fazem não se baseiem em qualquer facto científico.  Mas a verdade é que, frequentemente, somos confrontados, nomeada e principalmente na comunicação social, com pessoas completamente baralhadas com essas "verdades" populares. Aqui são desmistificadas algumas dessas crenças:

O pão engorda
O aumento de peso acontece quando ingerimos mais calorias do que aquelas que o nosso organismo consegue gastar. Ora, como praticamente tudo o que comemos ou bebemos tem calorias, teremos que estar atentos ao que ingerimos e ao exercício físico que fazemos durante o dia. Ainda continua a haver muita gente que acredita que o pão ou outros farináceos engordam muito e que por isso é necessário eliminá-los das dietas de quem quer perder ou manter o peso. É falso. Estes alimentos são obrigatórios numa alimentação equilibrada e saudável e se não forem confeccionados ou recheados com gorduras ou alimentos ricos em gordura não têm efectivamente muitas calorias. Para exemplificar o que acabo de dizer faço a sua comparação com a fruta que muita gente crê não engordar. A um pão correspondem duas peças de fruta de tamanho médio...

Diz-se que o pão integral é melhor para quem quer emagrecer
Desengane-se quem come este tipo de pão para emagrecer. Como disse antes, não há nenhum alimento que emagreça. No entanto, os cereais integrais ou seus derivados como o pão, tendo praticamente as mesmas calorias que os seus congéneres mais brancos, têm, no entanto, um maior teor de fibras que são fundamentais para uma maior e mais duradoura saciedade, evitando que se volte a comer tão rapidamente, e apresentando, simultaneamente, um maior valor nutritivo.

Água às refeições engorda
A água é das poucas coisas que ingerimos que não tem calorias. Logo, não engorda, mas também, como muitas pessoas pensam, não emagrece. Poderá ser responsável por algum excesso de peso se houver alguma situação clínica anómala que provoque a sua retenção nos tecidos. Mas isso nada tem a ver com gordura ou obesidade!
Quando ingerida às refeições, sobretudo em grandes quantidades, poderá contribuir para a dilatação do estômago, factor que poderá solicitar posteriormente a ingestão de mais comida.

Não se deve beber água quando se sua após exercício físico intenso
Falso. Sempre que se realiza exercício físico intenso há eliminação de grandes quantidades de água que se liberta durante o trabalho muscular para permitir a manutenção da temperatura corporal. Sendo a água o maior constituinte do nosso organismo (60-70% do nosso peso), tem que ser reposta o mais rapidamente possível para evitar a desidratação. Deve ser consumida à temperatura ambiente para não causar eventuais choques térmicos.

As bebidas à base de cola são boas para as articulações
Um dos grandes problemas actuais no que toca à desinformação dos consumidores quanto às qualidades nutricionais de determinados produtos tem a ver com as fortes campanhas publicitárias de que todos somos vítimas.
As bebidas à base de cola, que contêm habitualmente teores apreciáveis de ácido fosfórico quando consumidas com regularidade podem contribuir para uma descalcificação progressiva do esqueleto. O seu consumo deve ser pontual e parcimonioso, proibido a crianças e evitado por adolescentes não só por este motivo mas também devido às quantidades de açúcar e/ou cafeína que contêm.

 

—————

Voltar