Os mais venenosos

03-12-2010 21:55

 

Quais as substâncias mais venosas?

Fazer uma lista das substâncias químicas mais mortais não é muito fácil. As medidas são relativas e quase sempre quantificadas em cobaias. E nem sempre o que é perigoso para uma cobaia será para um ser humano, e vice-versa.

Mas na lista dos mais temidos certamente estará a tetanospasmina. A tetanospasmina é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium tetani. Com um LD50 de 2,5 nanogramas/kg, o que significa que 50% das cobaias morrerão com uma dose de 0,0000000025 gramas para cada quilograma de massa corporal.

A toxina botulínica também entra na lista, com um LD50 de 0.005-0.05 µg/kg. É famosa por ser usada em quantidades muito baixas em tratamentos estéticos, com o nome de Botox, e em tratamento de problemas musculares.

A maitotoxina é talvez a mais potente toxina não-peptídica, é produzida pelo Gambierdiscus toxicus, uma espécie de Dinoflagelado. Recebe este nome por ter sido primeiro encontrada no peixe Ctenochaetus striatus, que é conhecido como ´maito´ no Taiti.

Na mesma linha da maitotoxina está a palitoxina, também não-peptídica, que é extraída de corais do gênero Palythoa. A estrutural desta toxina foi desvendada 1982 pelo Prof. Daisuke Uemura e colaboradores na Nagoya University, e sintetizada em 1994 grupo do Professor Yoshito Kishi da Harvard University, no que foi considerado uma dos maiores esforços de síntese química já vistos, devido à sua complexidade.


Estrutura da palitoxina (fonte: Wikipedia)

Ricina, proteína presente na mamona (Ricinus communis L.) ganha o estatuto da mais potente toxina de origem vegetal. Fez história em muitos casos de assassinatos e espionagem.

Já que os efeitos destas substâncias são devastadores mesmo em baixas dosagens, o universo da guerra não poderia ficar de fora. Por isso militares Norte Americanos já focaram a sua atenção na possibilidade do uso da saxitoxina como arma. O modo de ação no organismo é semelhante ao da tetrodotoxina, que encerra a lista com sua curiosa relação com os "mestres" de Voodoo, no Haiti.

—————

Voltar