«Ovo frito» em céu estrelado

30-09-2011 10:21

Um grupo de astrónomos conseguiu fotografar pela primeira vez uma estrela gigante que foi denominada pela comunidade científica como “ovo frito”, devido às semelhanças que aparenta ter com o alimento, informou hoje o Observatório Europeu do Sul (ESO).

A imagem da estrela, que pertence a uma das mais raras classes de estrelas do universo, foi captada através da câmara de infravermelhos do telescópio de longo alcance (VLT, sigla em inglês) do observatório europeu, localizado em Cerro Paranal, no Chile.

 

 
Até ao momento, é a melhor imagem captada desta estrela, uma vez que mostra, pela primeira vez, as formas quase esféricas que rodeiam a estrela e que se assemelham a uma clara de um ovo, o que originou o nome “nebulosa do ovo frito”.

A estrela gigante - cuja denominação oficial é IRAS 17163-3907 (clicar no link para acesso a artigo sobre a descoberta) - tem um diâmetro aproximadamente mil vezes maior que o Sol, de acordo com o organismo europeu, com sede no sul da Alemanha (Garching).

A “nebulosa do ovo frito”, que se encontra a uma distância de 13 mil anos-luz da Terra, brilha cerca de 500 mil vezes mais do que o Sol, segundo observações recentes.

Era conhecido que este objecto brilhava com muita intensidade em infravermelho, mas surpreendentemente ninguém tinha identificado o objecto, até agora, como uma estrela hipergigante amarela”, afirmou o chefe da equipa de astrónomos europeus, Eric Lagadec. As estimativas científicas apontam que a massa total desta hiperestrela é vinte vezes maior do que a do Sol.
 
Fonte/Adaptado de: Ciência Hoje

—————

Voltar